Participar da intimidade de Deus.

Dom João Abençoa o povo

Paz e bênção. Participar da intimidade de Deus.

Jesus ensina o seu mandamento: ‘Amai-vos uns aos outros como eu vos amei’ – Jo 15, 12-17. E Ele nos amou ao ponto de dar sua vida para que tivéssemos a vida de Deus em nós e nos tornássemos capazes de amar. Viver o mandamento de Jesus é passar da independência à comunhão, da servidão à amizade, da morte para a vida. Óbvio: a intensidade do amor de Jesus é sempre maior do que nosso amor. Somos agraciados a dar nossa vida, como Ele; é dar-se sem limites, livre e obstinadamente. O ‘como’ Deus ama manifesta-se plenamente na Cruz. É dar a conhecer ao outro a própria intimidade. O Verbo que desde sempre está voltado para o Pai, Ele que ‘está no seio do Pai’ (Jo 1,18) comunica o mesmo amor que recebe.

Jesus permanece no amor do Pai enquanto se doa aos Seus (v. 13). O crente permanece no amor de Deus amando os irmãos até dar a vida por eles. Amando-nos experimentaremos a presença nova de Jesus Ressuscitado. É interessante notar como a restituição e a contrapartida do dom beneficia sempre um destinatário diverso do que esteve na origem do dom. é a lógica e a dinâmica do amor cristão. Na origem está a gratuidade de Deus: ‘Nós amamos porque Ele nos amou primeiro’ – 1Jo 4,19.

Bom dia. Abraço.

Dom João Inácio Muller

Bispo de Lorena