Organização

A Organização

 

Assembléia Diocesana

 

a) Trata-se da instância mais ampla de responsabilidade e participação na vida pastoral da Diocese.

b) Deve expressar e fortalecer a identidade teológica, espiritual e pastoral da vida diocesana.

c) Tem ainda, como tarefa, refletir sobre a caminhada da pastoral diocesana e expressar o consenso indicativo para a aprovação do Plano de Pastoral, do Diretório dos Sacramentos e Diretrizes Gerais para a pastoral em nível diocesano.

d) Será realizada anualmente.

e) São membros da Assembléia: bispo diocesano, vigário geral, presbíteros e diáconos; um representante de cada comunidade religiosa; coordenadores das pastorais; um representante de cada movimento e nova comunidade; um representante de cada setor; um leigo de cada paróquia; três seminaristas.

 

Conselho Diocesano de Pastoral

 

a) É o organismo encarregado de acompanhar a vida pastoral da Diocese, a aplicação do Plano de Pastoral e do Diretório dos Sacramentos.

b) Deve também dar o parecer, ao Bispo Diocesano, sobre a oportunidade de acolher, na Diocese, novas pastorais, movimentos e novas comunidades.

c) O Conselho deve estar atento aos novos desafios e exigências pastorais.

d) São membros do Conselho: Vigário Geral, Coordenador Diocesano de Pastoral, Coordenadores dos Setores e das dimensões da evangelização (serviço, diálogo, anúncio e testemunho).

e) As reuniões do Conselho serão convocadas e presididas pelo Bispo Diocesano.

 

 

Setores de Pastoral

 

a) O Setor é uma expressão da organização pastoral da Diocese. Corresponde a uma determinada região geográfica com suas características ambientais, culturais, econômicas, sociais, bem como os desafios e necessidades pastorais. São constituídos por um determinado número de paróquias.

b) Finalidades do Setor: ser instrumento de comunhão entre as paróquias e comunidades; possibilitar ajuda mútua e efetiva entre as paróquias, comunidades, párocos e vigários paroquiais, diáconos e agentes de pastoral; facilitar o encontro entre os agentes de pastoral para a capacitação e formação específica; promover celebrações comuns ( Semanas Bíblicas e Litúrgicas, Pentecostes, Corpus Christi, Semana da Família, Semana Social etc.).

c) Deverá ser realizada, cada ano, a Assembléia das paróquias e comunidades do Setor, presidida pelo Bispo Diocesano e dirigida pelo coordenador do Setor, o qual será escolhido pelos padres do Setor para um período de dois anos.

 

 

 

Coordenação Diocesana de Pastoral

 

 A Coordenação Diocesana da Pastoral deve ser exercida dentro da Pastoral de Conjunto com alegria, disponibilidade e em espírito de serviço e de comunhão, em função do crescimento do Reino de Deus; tem por tarefa, operacionalizar as ações pastorais e compõe-se do Coordenador Diocesano de Pastoral e de seus auxiliares.

 

VIGÁRIO GERAL

Mons. Sevilhano Pereira da Silva

 
COORDENADOR DIOCESANO DE PASTORAL Pe. Rodrigo Fernando Alves
   
 PRIMEIRO SECRETÁRIO  Mons. José Benedito Barbosa
   
 SEGUNDO SECRETÁRIO  Pe. Fábio Nogueira de Sá